quinta-feira, 6 de julho de 2017

Lendo 238

"Queria ficar calado e entrar rapidamente na carrinha. para se dirigir ao café-restaurante onde Ana haveria de olhá-lo como se fosse o primeiro homem via naquele dia e talvez sorrisse."
António Modesto Navarro in Morte em Vila Flor, Produções Editoriais lda, Lisboa Maio 2005, pág 60

A ambição do homem, seja ele de que género fôr, é ser amado, ser desejado, ser sorrido. Sobretudo se a carga emocional que o rodear for inversa. A pulsão humana é para o amor. Quando se age noutro sentido, fatalmente, é por não conseguir suplantar uma dor interna e, nestes casos, por regra, o tempo ajuda.

Sem comentários: