sexta-feira, 16 de junho de 2017

Medo

De que se pode mais ter medo? De alguém ou da capacidade do seu pensar?

Fico tão preso a mim, às minhas certezas que a ousadia do outro pensar me deixa apavorado. Não havendo barreiras físicas ao pensar, resta-me, apenas, fugir ao estar. Desesperadamente.

Sem comentários: