terça-feira, 21 de março de 2017

A miséria humana

Consegue levar alguém até onde?

Hoje, definitivamente, cheguei a sentir pena de como alguém se reduz a nada apenas para não ter que contrariar uma opção sumamente absurda.
Nenhum merece o que quer que seja. Um exige um comportamento. Outro aceita e executa a ordem absurda. Duas nulidades juntas.
Há matemáticos que conseguem construir uma teoria na junção de duas nulidades, algo como menos com menos dá mais...mais menos...

Tema a voltar com mais atenção e cuidado. O poder. Mais uma vez não é uma arma, não é uma vantagem, é uma questão de servir. Ideias que hoje não são perceptíveis. Poder, hoje, é para servir-se.
A si e aos seus.

Sem comentários: