quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Todo o ser é sempre uma tentativa.

Todo o ser
É sempre uma tentativa.
Às vezes resulta,
Outras é irrelevante,
Indiferente
E até não.

Nada é a certeza,
O tudo fechado,
Certo, correcto e absoluto.
Apenas o que pôde ser
Naquele instante
E que todo o passado
Se sintetizou no
Que dele resultou:
Uma tentativa de ser.

E dela se farão
Tantas outras
Que serão como esta,
Mais uma tentativa da possibilidade
Da liberdade do ser
Que vai sendo
Sentido de vida.

Sem comentários: