domingo, 8 de janeiro de 2017

Queria...

Queria escrever-te

O Poema

Não as palavras,
O sentido sugerido,
Apenas um sentimento,
Como um calor
Que chega a ti
E se devolve
Derretido em mim....

Se soubesses
Como pode ser inteiro
Um singular momento assim
Onde o que tem que ser
Apenas é

Sem dúvidas
Sem questões
Sem medos
Sem o ontem
Sem o depois
Sem nada mais...

E que isso mesmo
pode ser em qualquer agora?

Sem comentários: