domingo, 15 de janeiro de 2017

Lendo 209

"Quando não se dorme
está-se à escuta
doque a nossa voz
no silêncio enorme
tem pra nos dizer.
(...)"
Maria Luísa de Bívar in Escorpião é mulher, Átrio, Lisboa, 1990, pág 91

Aquele que não teve uma insónia que atire a primeira pedra

Sem comentários: