domingo, 15 de janeiro de 2017

Lendo 205

"Nunca te amei
(Nem no princípio nem no fim)

Mas o teu amor fez-me tão bem!

Ensinou-me a gostar de mim
como nunca gostei de mais ninguém."
Maria Luísa de Bívar in Escorpião é mulher, Átrio, Lisboa, 1990, pág 63

O desastre anunciado. Ser amado sem amar. E sê-lo para si mesmo, em vez de ser para o outro. Diria que devia estar descrito nos mandamentos de Moisés, ou no código civil. Não serás amado se não amares também.

Sem comentários: