quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Ature-se

Sobrevivi assim!
Deste modo de mim
Que não se explica
É-se!
Tal como sei
Ser como sou
Assim!

Nem vale a pena
Pensar em ser outro.
Ou no outro que ficou por ser
Ou deixou de ser.
Sou isto
O que resultou.

Há melhor?
Há pior?
Há o possível
E é o que há!

Ature-se.

Sem comentários: