quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

A particularidade

Rompo uma fronteira
E sulco um caminho
Onde revolvo conversas
Insistindo em te procurar.

E mesmo que te escondas
Encontro-te nessa terra revolvida
Seja na que se revela
Ou em toda a que se cobre.

Ser esse modo de mil formas
Que se é um pouco em todas
Como pedaços de um conjunto
E, em cada uma, uma certa unicidade.

A particularidade.

Haja, tão somente,
Para além do espaço e do tempo,
A disponibilidade
Para a comunicação.

Sem comentários: