terça-feira, 18 de outubro de 2016

Dá-me o meu silêncio

Dá-me o meu silêncio
Nada me peças
Deixa-me ficar
Olhando para dentro

Dá-me o meu silêncio
Não peças para ir,
Para fazer,
Ou necessitar.

Dá-me o meu silêncio
Quero apenas olhar
Para onde haja mar
Um Sol a cair.

Dá-me o meu silêncio,
As minhas palavras mudas,
A minha circunstância
E o meu tempo.

Dá-me o meu silêncio

Sem comentários: