domingo, 14 de agosto de 2016

Lendo 175

"Casamento é lotaria.
Ora então que a roda ande!"
Augusto Gil in O craveiro da janela, 4º edição, Portugália Editora, Lisboa, 1957, pág 14

Coitados do jovens enamorados que acreditam que a princesa com que se casam é aquela peça única do mais maravilhoso tesouro. É, sem dúvida o seu tesouro, e precioso... Mas será também uma mulher que com as vicissitudes próprias do género, fará todas as voltas e reviravoltas e, quem sabe, se confirma que era efectivamente essa princesa.

Sem comentários: