sexta-feira, 22 de abril de 2016

Lendo 147

"Foi o teu espírito olímpico e funesto, Afonso, que desencadeou a fábula fantástica de Inês e Pedro." António Cândido Franco, in A Rainha Morta e o Rei Saudade, Ésquilo, Lisboa 2005, página 14.

A consciência do facto arrasou a minha ideia do maior amor que conheci ou li. Desolado até ao limite. Com efeito, se D. Afonso IV não tivesse rejeitado e feito uma guerra ao caso entre D. Pedro e Inês de Castro não teria este crescido à esfera do fantástico.

Rendido, portanto, às letras de António Cândido Franco.

Sem comentários: