segunda-feira, 28 de março de 2016

Poesia Haiku

"O tempo não esconde
a escuridão
que se anuncia"

ou

"O tempo não esconde
a luz
que se anuncia"

Como podem ser ambos poesia haiku e, apesar de contraditórios em si, verdadeiros ao mesmo tempo?
O binómio luz/sem luz são um dos binómios mais utilizados para exprimir conhecimento. Já Platão, na alegoria da caverna utilizada a aproximação à contemplação da luz, como o caminho do homem, mas não deixa de dizer, em momento algum que a luz adquirida é permanente, pois que cabe ao homem apenas a contemplação dessa luz. Assim vivemos o binómio e anuncia-se sempre o binómio. Na demanda, no estado e na ambição. E tudo acontece no tempo.

É o drama das frase pequenas, dos aforismos, das sínteses. Pode e deve haver sempre mais.

Sem comentários: