quarta-feira, 30 de março de 2016

Acabou a festa que não chegou a começar

Acabou a festa que não chegou a começar

Algures, em lado algum,
Havia, assim, uma ideia,
Uma emoção de futuro,
Ou mesmo uma vaga sugestão
De coisa nenhuma a haver
Um nada condenado a não ser
E por isso melancólico.
O que era para ser
Se tivesse alguma vez sido
Sequer sugestão de ser.

Tudo se resume a saudade
De nada de sempre,
Mas em afecto.

Sem comentários: