segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Lendo 137

"(...)
É por ser mais poeta
Que gente que sou louco?
Ou é por ter completa
A noção de ser pouco?

Não sei, mas sinto morto
O ser vivo que tenho."

Fernando Pessoa

Tantas palavras certas que ler Pessoa é uma dimensão diferente de ler poesia. Se por vezes parecem jogos de palavras, de opostos que se anulam, fazendo sobressair a diferença mas é tanto mais que isso.
A distância que o lápis toma da mão é tantas vezes a distância do que sou.

Sem comentários: