quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Indo para musicar

Como foi possível
Este amor impossível?
Como é possível
Este amargo irreversível?

São efeitos od luar
De diferentes noites
Onde o acaso se fez
E o homem desfez.

O doce que amargou
E toda a luz cessou
Nada ficou por haver
Tão pouco para reter.

E se nada houve
Mesmo sendo nada
Algo, pois, ficou por haver
E, sendo assim, sempre houve.

Um futuro por haver,
Um homem para ser,
Um sonho para acontecer,
Nada para ser.

Sem comentários: