domingo, 31 de janeiro de 2016

Apre que até o socialismo chegou ao amor!

Dessacralizaram o amor!
A modernidade fez com que se passasse a amar tudo e todos de qualquer maneira! Por qualquer razão, ou mesmo sem ela, catrapuz, eu amo isto, eu amo aquilo e amo ainda mais isto. Amar deixou de ser algo que nos faz tremer, nos sobe a pulsação, que seca a boca e faz tremer as palavras. Amar passou a ser um prato que se come com batatas fritas, alface e molho de soja. Sem sequer se usar as mãos, os lábios e o corpo.

Perdeu-se a concupiscência! Apre que até o socialismo chegou ao amor!

Sem comentários: