quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Poema

E poderia ter sido assim
Uma coisa que tinha sentido
Um movimento intencional
Coisas que são no interior...

E agora de que vale?
Um passado que nunca é
Mera iludida vontade de ser
O que nunca poderá acontecer

É que o sonho apenas vale
Enquanto se vive ambicionado
 

Sem comentários: