sexta-feira, 20 de abril de 2018

A vida e os seus ciclos

Impossível de derrubar, por ventura pela sua natureza, os ciclos da vida são estados de alma que se repetem para lá da vontade das pessoas. Invariavelmente, e por mais esforço que se faça, toda a construção se desfaz. O mais próximo que se pode comparar é empurrar uma pedra sobre um plano inclinado. Custa começar, custa ganhar contra a inércia, mas assim que se estabelece o movimento ele vai-se demonstrando progressivamente menos difícil até ganhar alguma agilidade. Todavia, e por via desse efeito cíclico, somos enviados de volta para trás sem se saber a razão. E todo o esforço feito até então e desfeito, ficando, apenas com o conhecimento da dificuldade. Muitas vezes, também, os motivos que fizeram com o ciclo se cumprisse.
Para lá do imenso tédio de voltar a ver o necessário caminho a cumprir, nunca voltamos até onde estávamos. Temos sempre a garantia que acrescenta-se distância e, sobretudo uma imensa falta de vontade de fazer o caminho.

São assim as relações humanas que temos que ter com pessoas complicadas.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Resistindo ao tempo


Vieste das berças?

O telefone toca. Olha para o visor e reconhece o nome de quem liga. Atende.
- Diz....
Responde
- Boa tarde. Está tudo bem?
- Humpfffff.......

A vida que Deus nos dá.... Maravilhado com a capacidade poética do mundo que me rodeia.

Obviamente que seja o que for, a culpa é minha. É sempre. É mais fácil.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Educação ou não

Ele saía do edifício onde, encostada a um poste vê uma colega agarrada a um cigarro, fumando-o como quem cospe. Simula uma esmola.
- Eu não estou de mão estendida! - Diz muito rápida e explicada.
Sem muita paciência para os modos usuais do género, faz um retrocesso a uma conversa séria e circunstancial. E, ao falar, notando as olheiras e a cara de sono, diz.
- Estás a precisar de dormir mais.
Foi como se o Carmo e a Trindade, em conjunto, e mais o resto da Baixa lisboeta tivessem sido fulminados com o tão sentido sopro de tédio intromissivo.
Um dia alguém lhe fornecerá, porque se crê na bondade implícita do ser humano, um manual de boas práticas. Até lá, sopra muito. Ao menos, oxigena os pulmões sobrecarregados de alcatrão e fumo.

É preciso ter uma suprema pachorra para lidar com primas donas.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Mudanças

As mudanças, por regra, são momentos em que se está predisposto a que se altere o mundo que nos cerca e as suas circunstâncias. Se nada muda, que mudança, de facto, se faz?

terça-feira, 10 de abril de 2018

Dá Deus nozes a quem não tem dentes. Dará dentes a quem não tem nozes?

Aforismo

Quando te escondes é para não ser visto ou para ser encontrado?

Ao acordar

Acordo com uma actividade cerebral frenética e rica em projectos. O sono deve ter sido profundo e reparador.

segunda-feira, 9 de abril de 2018